Os doces turcos

Os turcos tem uma variedade grande de doces em sua culinária e algumas dessas delícias carregam histórias que datam de 250, 1000 e até 2000 anos. Separamos cinco dos mais conhecidos doces turcos pra te deixar com água na boca.

Baklava

A Baklava é um dos doces mais populares da Turquia e do mundo. Existem várias histórias sobre a sua origem, mas conta-se que ele surgiu na Turquia, onde era preparado no Palácio Topkapi, em Istambul. Essa versão diz que o sultão presenteava a sua guarda com travessas de Baklava no décimo quinto dia do Ramadão, em uma procissão cerimonial chamada Baklava Alayi. No entanto, existem registros de receitas do doce, presentes em um livro chinês de 1330.
A Baklava é feita usando várias camadas finas de massa, recheadas com nozes e pistaches e coberta com calda de açúcar. A cidade de Gaziantep na Turquia é conhecida por ter um dos melhores exemplares do doce no país.

Dondurma

A palavra Dondurma, significa “congelando”, então você já sabe do que estamos falando né? Trata-se do famoso sorvete turco, encontrado em muitos lugares em cidades como Istambul. O Dondurma tem características únicas: uma consistência que lembra um chiclete, resultado do preparo com leite de cabra, que oferece uma textura firme e mastigável ao doce, além da resistência ao calor, devido ao uso de uma farinha de raiz de orquídea roxa em sua receita. O detalhe “puxa-puxa” da guloseima permite que o sorvete seja quase uma atração turística turca, com sorveteiros normalmente vestidos com coletes árabes servindo o doce em meio a malabarismos que são um show a parte e encantam todos que passam pela Turquia. Dá uma olhada no vídeo acima para entender o que estamos falando.

Lokun

O Lokun é uma espécie de bala de goma muito popular na Turquia. Ela foi criada pelo confeiteiro da corte imperial de Istambul, Ali Muhiddin Haci Bekir, no final dos anos 1700 e é vendida até hoje em várias lojas e confeitarias pelas ruas do país, inclusive na loja de seu criador, que mantem a receita original, passada de geração em geração, por mais de 250 anos. O doce é feito de amido, açúcar e água e tem a aparência de geleia, cortada em cubos e coberta com açúcar de confeiteiro. O sabor mais tradicional é o aromatizado com água de rosas, mas é possível encontrar uma variedade grande de outros sabores, como laranja, amêndoas, creme de leite e chocolate. A aparência do doce, colorida, chama muito a atenção e é parte do sucesso da iguaria entre as crianças.

Künefe

O Künefe é um doce popular no comercio de rua da Turquia. Ele é preparado usando um tipo de macarrão árabe superfino, chamado Kadaif. A massa é intercalada com um queijo suave especial, chamado Künefe Peyniri e coberto com calda de açúcar (bem comum em doces turcos). Depois disso, ele é cozido em um forno especial até a parte de cima ficar tostada e o queijo ficar derretido. Depois de pronto, o Künefe é polvilhado com pistache ralado e servido para consumo ainda quente. Simplesmente sensacional!

Aşure – Ashure – Doce de Noé

Uma sobremesa que carrega muita história e é conhecida por ser um dos doces mais antigos do mundo. O chamado Pudim de Noé e a história de sua origem remontam os períodos bíblicos, quando Noé chegou com sua arca ao Monte Ararat, na Turquia e decidiu comemorar junto com sua família preparando um prato especial. Acontece que os mantimentos da arca já estavam no fim e eles cozinharam uma mistura de tudo o que restou: basicamente grãos, frutas secas e nozes. O prato é servido tradicionalmente no décimo dia do décimo primeiro mês do calendário islâmico, Muharran, e seu nome de origem árabe pode ser traduzido como “décimo”. A receita tradicional é composta por 12 ingredientes.